Ano letivo encerra com professores exaustos

0
196
Crédito: © Mango Productions/Corbis

Este ano atípico, marcado pela Pandemia e medidas de restrições, colocaram a prova diversos profissionais e se os da saúde são os grandes heróis desses tempos, os professores também fizeram história.

Entre final de março e início de abril, iniciaram as aulas remota. Os professores, ainda que sem treinamento para essa modalidade, trouxeram a escola para dentro de suas casas e construíram no seu espaço doméstico, com seus equipamentos uma nova realidade possível para que o ano não fosse perdido.

Nada substitui a interação presencial entre professores e alunos, especialmente quando esses alunos ainda são crianças ou jovens que não alcançaram plena autonomia. Apesar de todas as dificuldades, pequenos milagres aconteceram nessa modalidade à distância, uma geração de crianças de primeiro ano foi alfabetizada, o que antes parecia impensável. E foram as crianças que obtiveram maiores êxitos, mostrando-se mais comprometidas com os estudos do que os jovens do ensino médio.

Apesar de terem alcançado muitos dos seus objetivos, os professores encerram o ano ainda mais exaustos do que na modalidade presencial. As aulas remotas com suas diversas plataformas como: diário on-line, classroom, WhatsApp e material impresso para os alunos sem acesso à Internet tomaram mais tempo dos professores e, em muitos casos, os levaram a exaustão, tanto que muitos estão adoecidos, esgotados, com depressão e ansiedade.

O MEC autorizou as aulas remotas enquanto durar a pandemia. O panorama da doença indica um início de ano difícil, com as aulas retornando à distância. Esperamos que a experiência com o ano anterior possibilite que, dentro do possível, os professores possam ser, se não poupados, ao menos respeitados. Entre as maiores queixas desses profissionais, foi a necessidade de disponibilizar seu número de telefone pessoal para atendimento dos alunos, muitas vezes, centenas de alunos. O que eles denominaram de “massacre do WhatsApp”.

Que os professores possam ter um bom e merecido descanso e que no próximo ano letivo ao menos sua privacidade seja respeitada e seus números pessoais não sejam disponibilizados.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui