Argentina: setores militares seguem buscando desgastar Fernandez

0
136

Na Argentina, o ministro da Defesa, Agustín Rossi, denunciou que a mesa de articulação de ex-militares e policiais que pretende se conformar, carregando resquícios autoritários, pretende “conspirar, desestabilizar e desgastar” o governo nacional e alertou que sua pasta “não vai permitir” usar o dinheiro que o Estado destina aos salários das Forças Armadas para “financiar operações políticas” que não correspondam a militares.

“Eles são apresentados como uma alternativa ao que são as lideranças militares oficiais hoje, que são os chefes das Forças Armadas nomeados pela pessoa que foi democraticamente eleita comandante-chefe dessas forças”, disse o presidente Alberto Fernández.

Olho atento para os povos do país vizinho e irmão, onde setores da polícia de Buenos Aires recentemente realizaram protestos buscando desgastar o atual governo.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui