BAIDENIZATION?

0
177

Por Pedro Carrano

Toda a linha narrativa da rede Globo desde a vitória de Biden aponta a construção de um nome no Brasil que, confrontando o bolsonarismo, mantenha um discurso liberal de centro e um programa neoliberal.

“Após vitória contra Trump, com Kamala Harris ao lado, Biden imagina surfar em uma onda positiva ao “neoliberalismo progressista”, que associa política imperialista a direitos civis. Não poderia haver ambiente melhor para tentar recompor a influência norte-americana sobre o mundo”, afirmou o jornalista Breno Altman em seu Twitter.

Reportagem extensa da Globo sobre o aumento da pobreza no Brasil desde o golpe de 2016, mas coloca o governo Dilma na conta, relativa aos ganhos dos três governos anteriores do PT. Em suma, critica Bolsonaro, mas cuidando para não abrir o flanco para uma candidatura à esquerda.

O exemplo estadunidense deve ser forte no país, e vai reforçar o chamado campo da direita tradicional e neoliberal no Brasil, que não necessariamente é bolsonarista, cujos candidatos tendem a ser vitoriosos nas capitais nas eleições municipais.

A direita tradicional teve conflitos com Bolsonaro ao longo da pandemia. Basta pensar nas contradições entre Bolsonaro e Congresso, STF, Rede Globo e governos estaduais ao longo de 2020. O limite da contradição é o acordo com o programa neoliberal e de retirada de direitos. Querem um perfil menos belicoso, articulador, que ajude inclusive a dirimir a pressão social e possível crescimento da esquerda.

 

Pedro Carrano é o responsável pelo Boletim de Notícias da Kotter. Pedro nasceu em São Paulo (SP), em 1980. Jornalista, militante político e pai da Clara. Tem livros de reportagem e poesia. “Meninos sem Matilha” é seu segundo volume de contos.

Imagem, Fonte: Rede Globo

Revisão: Daniel Osiecki

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui