Bolsa Estupro: Senado discute auxílio para evitar aborto de mulheres engravidadas em estupro

0
6281
Feministas argentinas pela legalização do aborto.
Feministas argentinas pela legalização do aborto. Foto: PISARENKO / AP

Em meio ao pior momento da pandemia, período em que a violência doméstica aumentou drasticamente no Brasil e na América Latina, senadores desenterraram projeto de lei que proíbe aborto em situação de estupro. O Projeto de Lei n° 5435, de 2020, prevê também a “criação de um auxílio para filho de mulher vítima de estupro”, uma desculpa para evitar o aborto.

O PL foi criado pelo senador lavajatista Eduardo Girão (PODEMOS-CE) em dezembro do ano passado. No dia 08 de março de 2021, no entanto, foi designada relatora para o projeto, a Senadora Simone Tebet (MDB-MS), a fim de avançar em sua tramitação.

Feministas internautas protestam nas redes sociais contra o PL, promovendo as tags #BolsaEstupro e #GravidezForçadaÉTortura.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui