Bolsonaro afina a voz para imitar homossexual

0
88
Nesta terça-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro publicou um decreto com uma lista de empreendimentos que serão privatizados.
Foto: Reuters

Em live na noite de ontem (17), o presidente Jair Bolsonaro, além de criticar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e defender Kassio Nunes, fez comentários homofóbicos sobre outra decisão do Judiciário.

Na terça passada (15), o STF decidiu que o Brasil não admite a existência de duas uniões estáveis. Dessa forma, impede-se o reconhecimento de amantes em discussões judiciais. 

Ao se referir a um hipotético homossexual, Bolsonaro afinou a voz para falar sobre o tema. “Está lá no velório, todo mundo chorando, triste, […] e apareçam três, quatro mulheres e falem ‘oh, eu transava com este cara que está morto aí e vou ter direito à partilha dos bens e pensão’. E aparece um homem também. ‘Eu também transava com ele'”, disse afinando a voz para o último.

Além disso, ele declarou “Se você reconhecer este direito, você abriu as portas para a poligamia. Fodeu a família. Deu para entender que fodeu a família, você, fedelho, que está me criticando”.

Por fim, criticado pelos apoiadores sobre os votos de Nunes na última semana, o presidente afirmou que indicou Nunes Marques para o STF “por aquilo que tinha de afinidade com ele”.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui