Como será nosso futuro?

0
258
Mão apontando para a palavra progresso na bandeira do Brasil.
Foto: Pixabay.

Depois de nossa população ter sido programada para o ódio, para a esquerda brigar com a direita, será que tem volta? Será que poderemos reverter o atual momento político?

Estamos em direção à desindustrialização, ao retorno da miséria. O Brasil industrializado que conhecemos vai acabar para ceder espaço para o Brasil rural.

Isso acontece explicitamente para gerar conforto no Norte. Será que esse processo tem volta?

Não podemos acreditar que só colocar o Lula na presidência é a solução. Se isso acontecer, significa apenas que conseguimos modificar o político por trás do governo brasileiro. Porém o problema das indústrias que fecharam e das pessoas que mudaram de cidade não vai ser de modo tão simples.

Se 50 mil indústrias importantes fecharam no Brasil, os seus clientes já trocaram de fornecedor. Para exemplificar, imaginemos que a Angola comprava serviços de construção civil do Brasil. Depois do processo de 2013, quando o Brasil começou a ser atacado pela Lava Jato, pela imprensa e pelos Estados Unidos, a Angola passou a ter um novo fornecedor.

Esse novo fornecedor de Angola está muito à frente dos fornecedores brasileiros. Isso porque os fornecedores nacionais pararam por conta da operação Lava Jato e por conta dos ataques contra o Brasil.

Além disso, este novo fornecedor de Angola já é fornecedor do país há oito anos. Será que Angola vai abrir mão desse fornecedor para voltar a consumir do Brasil?

Portanto precisamos aceitar que o Brasil não vai voltar a ser o mesmo de 2013. Não tem jeito. Não há uma solução simples, como só colocar o Haddad ou só colocar o Lula na presidência para tentar resolver.

Vale ressaltar que nosso processo de crescimento aconteceu em conjunto com o resto do mundo. O Brasil se desenvolveu com o resto do mundo. Porém, de uma hora para outra tivemos esse golpe no país que o fez desmoronar. O resto do mundo continuou e o Brasil ficou estagnado.

Para ilustrar esta ideia, é como se, em uma corrida de Fórmula 1, vários carros passassem na nossa frente. A partir disso, o máximo que poderemos fazer é parar a destruição, continuar nessa posição em que estamos e tentar não perder mais posições.

É uma ilusão pensar que conseguiremos reverter todo o retrocesso e voltar a ser o que éramos antes. Uma das maiores utopias é acreditar que conseguiremos trazer a indústria de volta ao país.

“Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia”, já diz a música. Heráclito também disse que nunca se pode entrar no mesmo rio, porque a água está sempre correndo.

O Brasil jamais voltará a ser a potência que era. Isso não é somente por causa da questão econômica.

Cinco anos atrás todo mundo ria de mim quando eu falava que tudo isso iria acontecer. No início, eu era criticado e o que eu dizia era taxado como teoria da conspiração. Infelizmente as previsões que fiz têm acontecido, não era apenas loucura minha e agora estamos nessa situação lamentável.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui