Contas de luz não devem sofrer acréscimo no mês de setembro

0
482

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve, pelo quinto mês consecutivo, a bandeira tarifária na cor verde nas contas de energia elétrica. Isso significa que no mês de setembro também não haverá acréscimo de taxas ao valor de consumo da conta de luz. 

As bandeiras, verde, amarela e vermelha (1 e 2), indicam se haverá ou não taxas adicionais na conta, e são utilizadas de acordo com dificuldades na geração de energia, já que no Brasil a principal fonte é proveniente das hidrelétricas. 

A bandeira verde sinaliza que os reservatórios de água para produção de energia estão equilibrados com o consumo da população, por isso, por enquanto, não haverá taxas na cobrança. 

Porém, se os reservatórios começarem a baixar, a bandeira amarela será acionada. Se a queda persistir, entrará em vigor as bandeiras vermelhas.

Em junho deste ano a Aneel reajustou os valores que devem ser acrescidos na conta de energia, a depender da vigência das bandeiras amarela e vermelha (1 e 2). Caso as bandeiras entrassem em vigor neste momento, a conta de luz poderia sofrer um acréscimo de até 64%.

Segundo a Aneel, esses aumentos nos valores das bandeiras ocorreram por conta da inflação e do maior custo das usinas termelétricas neste ano, decorrente do alto valor do petróleo e do gás natural.

 

Edição: Rodrigo Durão Coelho

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui