Coronel Pantoja, do massacre de Eldorado dos Carajás, morre de Covid

0
164

Morreu na quarta-feira (11), de COVID19, Mário Colares Pantoja, o coronel da reserva remunerada da Polícia Militar do Estado do Pará (PMPA), Ele tinha 74 anos.

Devido ao Massacre de Eldorado dos Carajás, ocorrido em abril de 1996, que comandou, estava condenado a 228 anos de prisão. Cumpria pena em liberdade, contudo. Estava atado à tornozeleira eletrônica inclusive no momento de sua morte.

Ele foi preso em 2012, cumpriu quatro anos da pena em regime fechado, mas
conseguiu prisão domiciliar em habeas corpus que alegava debilidade na saúde.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui