Covid: Pesquisadores citados em plano de vacinação sequer tiveram acesso ao documento

0
103

Mais uma mostra de descaso com a pandemia, que já provocou mais de 180 mil mortes

 

Após determinação expressa do ministro Ricardo Lewandowski, do STF, o governo apresentou ao STF um plano nacional de vacinação contra a Covid. O plano foi entregue pela AGU (Advocacia Geral da União) ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Contudo, 36 dos especialistas citados como subscreventes do plano alegam que sequer tiveram acesso a qualquer versão do documento.

Em nota assinada por esses 36 técnicos do “Eixo Epidemiológico do Plano Operacional Vacinação Covid-19” se revelou surpreendido com o documento e afirma que o texto “não lhe foi apresentado” nem teve sua anuência…. –

“Importante destacar que o grupo técnico havia solicitado reunião e manifestado preocupação pela retirada de grupos prioritários e pela não inclusão de todas as vacinas disponíveis que se mostrarem seguras e eficazes”, disse o texto publicado pela Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Coletiva)

Ethel Maciel, professora da UFES (Universidade Federal do Espírito Santo), enfermeira e epidemiologista, Twittou que soube pela imprensa sobre o envio do plano.

 

 

Falando à GloboNews na noite deste sábado, Maciel falou que o governo não deu explicações sobre a divulgação do documento.

Reafirmou ainda que nenhum deles teve acesso ao relatório final:

“A gente nunca viu nenhuma versão desse documento. Tivemos várias apresentações reuniões junto com o PNI [Plano Nacional de Imunização]. Se ele fosse um interno, já seria problemático ter os nomes sem nossa anuência”

E acrescentou em tom de protesto: “Nossa mais alta corte [STF] tem um documento que consta o nome de diversas pessoas que elaboraram e você nem teve acesso a esse documento.”

Ela criticou também a retirada de pessoas do sistema prisional e profissionais da educação.

O problema, diz, é que o plano publicado se adapta “ao número de doses que o governo tem”.

Não estamos falando nem de vacina pra todos, que é nossa plataforma, mas nesse grupo a gente entende a dificuldade do momento, mas tem de garantir vacina para a população privada de liberdade, que, misteriosamente, foi tirada do documento”

 

Com a palavra o governo.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui