Datafolha publica nova pesquisa presidencial nesta 5ª

0
550

O Datafolha publica, nesta quinta-feira (15), mais uma pesquisa nacional sobre a disputa pela Presidência da República. Na última rodada, divulgada pelo instituto em 1º de setembro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparecia com 45% das intenções de votos.

O atual presidente Jair Bolsonaro (PL) tinha 32%. Com isso, o petista somava 48% dos votos válidos, o que apontava para possível realização de um segundo turno.

:: Datafolha: Lula mantém 45% das intenções de voto, e Jair Bolsonaro sobe dois pontos, para 34% ::

Ciro Gomes (PDT) seguia na terceira posição, com 9%, seguido por Simone Tebet (MDB), com 5%. Soraia Thronicke, Pablo Marçal e Felipe D’Avila tinham 1%. Votos brancos e nulos foram 4% e indecisos, 2%.

Na pesquisa espontânea, Lula teve 40% e Bolsonaro aparece com 29%. Ciro chega a 4% e Simone Tebet anota 2%. Até o momento, Lula lidera todos os cenários para a corrida eleitoral ao cargo de presidente, sempre seguido por Bolsonaro, que tenta a reeleição.

IPEC: Lula cresce

Lula lidera a corrida eleitoral, com 46% das intenções de voto, de acordo com pesquisa do Ipec (ex-Ibope) divulgada na noite de segunda-feira (12). O levantamento foi contratado pelo Grupo Globo.

Bolsonaro apareceu na segunda colocação, com 31%. O estudo mostrou que Lula está empatado, no limite da margem de erro, que é de 2 pontos para mais ou para menos, com a soma de todos os outros candidatos (46% a 44%). Com esses números, a eleição seria decidida no primeiro turno.

Lula oscilou 2 pontos percentuais em relação ao último levantamento nacional do Ipec, publicado em 5 de setembro. Na ocasião, o ex-presidente tinha 44%, e o atual presidente, com 31%.

No novo levantamento, Ciro pontuou 7%, e Tebet, 4%. O pedetista variou 1 ponto para baixo, enquanto emedebista manteve o mesmo percentual.

Felipe d’Avila (Novo) e Soraya Thronicke (União Brasil) se mantiveram com 1%. Vera (PSTU), Constituinte Eymael (DC), Léo Péricles (UP), Padre Kelmon (PTB), Sofia Manzano (PCB) foram citados, mas não chegam a 1%. Brancos e nulos somaram 6%, mesmo percentual da pesquisa anterior. Eleitores que disseram não saber ou não responderam foram 4%, contra 5% na semana anterior.

Edição: Nicolau Soares

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui