Golpe sobre golpe

0
96
Foto: Mauro Pimentel / AFP)

O governo Bolsonaro não cansa de fazer a população brasileira de palhaça e não poderia ser diferente nos últimos dias. Na tentativa de engatar a candidatura de Arthur Lira (PP), como principal nome a presidência da casa, o governo vem fazendo articulações para se aproximar cada vez mais do MDB.

Dessa forma, os militares ligados ao governo estudam a possibilidade de indicar Michel Temer para o Ministério das Relações Exteriores no lugar de Ernesto Araújo. Assim sendo, os emedebistas sairiam da “tutela” de Rodrigo Maia e passariam a compor a base do governo.

Além disso, os militares avaliam que Temer ajudaria em uma possível aproximação do governo brasileiro com o novo governo estadunidense. Aparentemente, o emedebista tem uma boa relação com Joe Biden, candidato norte americano que venceu as últimas eleições nos EUA.

Sempre importante lembrar que, em 2016, Michel Temer foi um dos arquitetos do golpe contra Dilma Rousseff. Após chegar ao planalto, o golpista iniciou diversos processos políticos neoliberais que afundaram o país em um período de recessão sem precedentes.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui