Luta antirracista: seis pessoas são indiciadas pelo caso Carrefour

0
158
Imagem: Luis Pedruco/Futura Press/Estadão Conteúdo

Nesta manhã (11), a Polícia Civil do Rio Grande do Sul (PCRS) indiciou seis pessoas pela assassinato de Joao Alberto Silveira Freitas em uma unidade do Carrefour, em Porto Alegre.

Além dos seguranças Giovane Gaspar da Silva e Magno Braz Borges, que foram filmados espancando Freitas, outras três pessoas foram indiciadas por homicídio triplamente qualificado. Os dois seguranças e uma funcionária já estão presos.

O caso ocorreu na véspera do dia da Consciência Negra no Brasil e gerou comoção em toda a nação.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui