Maguito Vilela morre após complicações do coronavírus

0
88
Foto: BECKER / FUTURA PRESS / FOLHAPRESS

Nesta madrugada (13), Maguito Vilela (MDB), prefeito de Goiânia, veio a óbito por complicações pulmonares decorrentes do novo coronavírus. Ele ficou 80 dias na UTI do hospital Albert Einstein em São Paulo (SP).

Eleito no ano passado, Vilela tomou posse no hospital e não chegou a ocupar o cargo definitivamente, pois pediu uma licença imediatamente. Assim, o emedebista se tornou o primeiro político de projeção nacional a ser vitimado pela doença. Antes de ser prefeito, o político atuou como vereador, deputado estadual, deputado federal, vice-governador e governador.

Vilela ganhou a eleição no segundo turno na UTI com 52% dos votos, contra 47% do seu adversário, Vanderlan Cardoso (PSD).

Segundo nota divulgada pela Secretaria de Comunicação da capital, “a família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal”.

O prefeito foi diagnosticado com a enfermidade no dia 20 de outubro de 2020 e, logo em seguida, foi internado em um hospital de Goiânia. No dia 27 foi transferido para São Paulo após complicações por causa da doença.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui