Militares norte-americanos acompanharam simulação de guerra no Brasil

0
117
Reprodução

Em setembro, um exercício de guerra simulado pelo exército brasileiro foi acompanhado por militares estadunidenses.

Segundo o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, em resposta ao deputado Enio Verri, a participação dos ianques foi “fruto de acordo de reciprocidade de participação em manobras, militares dos Estados Unidos da América acompanharam como observadores”.

De acordo com reportagem de O Globo, a maioria dos questionamentos feitos por parlamentares sobre a participação dos norte-americanos no treinamento não foram respondidos. O custo desse exercício foi de R$6 milhões e envolvia uma simulação de combate entre o “país vermelho e o país azul”. A brincadeira militar ocorreu entre os dias 8 e 22 de setembro com participação de 3,6 mil soldados.

No dia 18 de setembro, Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA, visitou Roraima, estado que tem fronteira com a Venezuela, onde a simulação ocorreu. Concomitantemente, o governo brasileiro descredenciou diplomatas da Venezuela que atuavam no Brasil.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui