Moçambique – Enfraquecimento de ações terroristas no Centro e Norte

0
81
Coletiva de imprensa com o ministro da Defesa, Jaime Neto.

Jaime Neto, Ministro da Defesa Nacional de Moçambique, afirmou ontem em Maputo que é evidente e perceptível o enfraquecimento de ações terroristas no norte da província de Cabo Delgado. Houve cerco sobre a Junta Militar da Renamo (fação auto-proclamada) o que colaborou muito para o enfraquecimento de suas ações. A operação é uma força-tarefa das Forças de Defesa e Segurança (FDS).

O ministro falou sobre as atividades das FDS durante a solenidade de lançamento da primeira edição de revista científica sobre defesa e segurança e da obra “O Alívio à Pobreza em Moçambique: uma Perspectiva Ético-Cristã”, de João Aleixo, que ocorreu no Instituto Superior de Estudos de Defesa Tenente-General Armando Emílio Guebuza (ISEDEF).

De acordo com o ministro, os rebeldes anunciaram em Dezembro de 2020 que tomariam o distrito de Palma (Cabo Delgado) até ao dia 1 de Janeiro de 2021, fato que não se concretizou, pelo contrário, os rebeldes sofreram perdas consideráveis. Os jovens membros do exército estão no Teatro Operacional Norte, e mantêm o cerco para controlar as ações inimigas e, segundo o ministro, devolver a tranquilidade ao povo.

“Queremos que,em breve,a população deslocada regresse às zonas de origem e retome as suas actividades do dia a dia”, afirmou o ministro, dizendo ainda que o combate “ao terrorismo não é uma acção que vai terminar num único dia, mas passa por um trabalho abnegado, não só das FDS, mas da colaboração dos cidadãos”.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui