Mostruário de uma “ditadura” chinesa – 21 de outubro de 2020

0
94
REUTERS/Amanda Perobelli

por Redação Kotter

 

Menos de 24 horas após o Ministério da Saúde anunciar a intenção de compra de 46 milhões de doses da Coronavac, vacina candidata contra Covid-19 do laboratório chinês Sinovac Biotech testada no Brasil pelo Instituto Butantan, Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que o imunizante contra o novo coronavírus “não será comprado” pelo governo brasileiro  (Com informações de O Globo).

Como sempre, o anúncio presidencial foi da forma mais bizarra possível. A mensagem foi publicada como resposta, em uma rede social, a um comentário sugerindo que a China seria uma “ditadura comunista” e cobrando da presidência que não faça a compra.

 

Pedro Carrano é o responsável pelo Boletim de Notícias da Kotter. Pedro nasceu em São Paulo (SP), em 1980. Jornalista, militante político e pai da Clara. Tem livros de reportagem e poesia. “Meninos sem Matilha” é seu segundo volume de contos.

 

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui