Mulher, adulta, de nível educacional básico e

0
21

O estado de Pernambuco tem, em dados estimados para 2021, cerca de 9 milhões 674 mil habitantes. Destes, aproximadamente 7 milhões e 18 mil (ou 72,5%) são eleitores, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). Esses 7,018 milhões representam um crescimento de 6,8% em relação à última eleição presidencial (2018). Esses eleitores são em sua maioria mulheres, com idade entre 35 e 59 anos, com nível educacional básico completo ou incompleto e moram principalmente na região metropolitana do Recife.

Do total do eleitorado, 42,7% residem na RMR, somando 2 milhões 995 mil. A segunda maior região é o Agreste, com 1 milhão e 800 mil (25,6%), seguida do Sertão, com 1 milhão 268 mil (18%) – aqui incluídas a subregião do São Francisco, com 471 mil eleitores (6,7%), e o “Sertão”, com 797 mil (11,3%), na divisão feita pelo TRE. A Zona da Mata, com 953 eleitores (13,6%) vem por último em tamanho.

Leia também: Conheça as 10 chapas que disputarão as eleições para Governo e Senado em Pernambuco

Os maiores municípios também estão concentrados na metropolitana. Entre as seis cidades com mais de 200 mil eleitores estão o Recife (1 milhão 215 mil), Jaboatão (478 mil), Olinda (297 mil) e Paulista (228 mil), todas na RMR, além de Caruaru (239 mil) e Petrolina (230 mil) no interior do estado. Há ainda mais dois municípios com mais de 100 mil eleitores: Cabo de Santo Agostinho e Camaragibe, ambas na metropolitana. Os dados do levantamento estão disponíveis nos sites do TRE-PE e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Considerando as faixas etárias, o menor grupo é o de adolescentes de 16 e 17 anos, que ainda não têm obrigação legal de votar. Em Pernambuco eles somam 88,3 mil eleitores, apenas 1,35% do eleitorado do estado. Já o grupo de jovens de 18 a 35 anos é numericamente relevante: são 2 milhões 441 mil pessoas com direito de voto, representando 37,1% do eleitorado pernambucano.

O grupo mais expressivo é o de adultos com idade entre 35 e 59 anos, que somam 2 milhões 994 mil eleitores, representando 44,8% do total. A faixa de eleitores com mais de 60 anos, que também são desobrigados a votar, somam 1 milhão e 94 mil pessoas, ou 16,7%.

Leia também: Com 5,3 milhões na fila de espera, Auxílio Brasil sozinho não sana pobreza, avalia especialista

As mulheres são maioria (53,6%) do eleitorado pernambucano, uma diferença construída com o avanço da idade, sinal da elevada mortandade masculina. Na faixa mais jovem (16-17 anos) o percentual de eleitoras mulheres (51,5%) é quase o mesmo da população. Mas a disparidade vai aumentando nas faixas seguintes. As mulheres são 52% do eleitorado entre 18 e 34 anos; sobe para 54% na faixa de 35 a 59 anos; e chega a 56,5% no eleitorado com mais de 60 anos.

Nível educacional

Quanto ao nível de instrução do eleitor pernambucano, temos 467 mil (6,6%) de analfabetos e 765 mil (10,9%) que apenas lê e escreve, somando 1 milhão 232 mil eleitores (ou 17,5% do total). Há ainda um número pouco relevante de 845 pessoas (0,01%) de pessoas que não informaram seu nível educacional.

As pessoas com ensino fundamental (1ª à 8ª série ou 1º ao 9º ano) incompleto somam 1 milhão 691 mil (24% do total) e aquelas que concluíram o ensino fundamental (mas não ingressaram no ensino médio) são 335 mil eleitores (4,7%). As que iniciaram o ensino médio (1º ao 3º ano) e não concluíram totalizam 1 milhão e 92 mil (15,5%), enquanto as que concluíram o ensino médio somam 1 milhão 789 mil (25% do eleitorado). Esses quatro grupos integram o nível de educação básica completa ou incompleta, que chega a 69,2% do eleitorado pernambucano.

Saiba mais: Estudantes vão às ruas do Recife em defesa da democracia e eleições livres

Apenas 876 mil eleitores (12,4%) pernambucanos chegaram ao ensino superior, sendo que 317 mil (4,5%) não encerraram essa etapa educacional, enquanto 559 mil (7,9%) concluíram.

Novamente as mulheres são maioria quanto maior o grau de instrução. Entre os analfabetos as mulheres são 51%, mesmo percentual da presença delas na população. Entre os que apenas leem e escrevem, 50,5% são homens. Eles também são maioria entre os que não conseguiram concluir o ensino médio (50,2%).

As mulheres são maioria entre as que possuem fundamental completo (51%), médio incompleto (52%), médio completo (57,5%), superior incompleto (55%) e superior completo (63,4%).

Não há informações detalhadas sobre sobre etnia do eleitorado.

Fonte: BdF Pernambuco

Edição: Vanessa Gonzaga

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui