Na Argentina, vacina russa apresenta reação adversa em 1% dos imunizados

0
100
Imagem: EFE

Neste sábado (02), a emissora Todo Noticias divulgou que apenas 1% dos cidadãos argentinos vacinados apresentaram reação adversa à vacina russa, Sputnik V. A informação foi passada pelo canal de acordo com dados oficiais do Ministério da Saúde do país.

Segundo o TN, as reações apresentadas por 317 pacientes, de 32.013, foram apenas febre e dores de cabeça.

Na última terça-feira, a Argentina iniciou o seu plano de vacinação com a vacina Sputnik V, da Rússia. Os profissionais da saúde e os idosos são os primeiros a serem imunizados no país.

 

 

 

 

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui