Noam Chomsky concede entrevista sobre golpismo de Trump

0
106

Intransigência inédita nos Estados Unidos

 

[Por redação Kotter]

 

“Nunca um presidente questionou a legitimidade de uma eleição antes, durante e depois das eleições, e muito menos se recusou a garantir a transferência pacífica do poder. Foi isso que gerou, pela primeira vez, o debate sobre se houve ou ainda existe uma tentativa de golpe.

Trump insiste, sem qualquer evidência, que houve fraude maciça por meio de uma conspiração entre democratas, o FBI, partes do Departamento de Justiça e “comunistas”, incluindo cubanos e venezuelanos.

E três quartos dos 73 milhões que votaram em Trump acreditam nele”, afirmou o linguista e ativista estadunidense, em entrevista ao La Jornada.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui