O golpista Juan Guaidó perde direito de exercer cargos públicos na Venezuela

0
153
O golpista Juan Guaidó, e outros 27 ex-deputados, foram inabilitados de ocupar cargos públicos por no máximo 15 anos, pela Controladoria Geral da Venezuela.
Foto: REUTERS / Carlos Garcia

O golpista Juan Guaidó, e outros 27 ex-deputados, foram inabilitados de ocupar cargos públicos por no máximo 15 anos, pela Controladoria Geral da Venezuela. A decisão ocorreu após os ex-parlamentares se recusarem a apresentar uma declaração de bens após deixarem suas funções no Congresso entre 2015 e 2020.

De acordo com Elvis Amoroso, o controlador, “Infelizmente encontramos um importante grupo de deputados que se recusam a se apresentar ao povo e se manifestar. Eles têm algo a esconder, sabemos que muitos desses personagens estão seriamente envolvidos em atos de corrupção, apreenderam o dinheiro de venezuelanos tanto na Venezuela quanto no exterior”.

Além disso, Amoroso afirmou que haverá uma auditoria e o início de investigações sobre irregularidades na utilização de bens públicos por parte dos ex-deputados. “Eles estão escondendo algo ou se enriquecendo ilicitamente, vamos dizer a eles que, de acordo com a investigação que vamos continuar fazendo na Controladoria”, completou.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui