Pazuello afirma que o Brasil deverá receber uma “avalanche” de propostas de farmacêuticas

0
140
Foto: NELSON ALMEIDA / AFP

Após vexame com o atraso para início de vacinação contra a Covid-19 e na aquisição de insumos para a produção dos imunizantes, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o Brasil receberá uma “avalanche” de propostas de farmacêuticas para o uso emergencial de suas vacinas.

Hoje (21), Pazuello afirmou, durante o lançamento do programa Imuniza SUS, que “Em janeiro e começo de fevereiro, vai ser uma avalanche de laboratórios apresentando propostas, porque são 270 iniciativas no mundo produzindo vacinas”. 

Além disso, o ministro ressaltou que “A gente tem que estar com muita atenção e cuidado para colocar todas elas, o mais rápido possível, disponíveis, dentro da segurança e da eficácia e na nossa capacidade de colocar no lugar certo, hora certa”. E completou: “Confiem no SUS. Estamos todos juntos. Nosso país é um só. Ele nunca foi dividido. Ele nunca será dividido”.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui