Pazuello volta a diminuir previsão de vacinas para março

0
150

Nesta quarta-feira (10), o ministro da Saúde anunciou nova redução na quantidade de doses  vacinas contra a covid-19 a serem adquiridas pelo Brasil no mês de março. A previsão agora é que o país receba entre 22 e 25 milhões de doses, contra as 25 a 28 milhões anunciadas pelo próprio Pazuello nesta segunda (8). As informações foram divulgadas pelo portal Coronavírus Brasil.

Esta é a quinta vez que o ministro da Saúde recua na expectativa de recebimentos de doses para o mês de março. Em fevereiro, o general anunciou que seriam adquiridas 46 milhões de doses adquiridas, quantidade que passou para 38 milhões no início do mês e, após, para 36 milhões sábado passado (6).

O anuncio aconteceu no mesmo dia em que o país bateu o recorde de mortes de brasileiros por coronavírus em 24 horas, chegando a 2.286 óbitos.

O ministro é conhecido por problemas de logística e divulgação de informações falsas sobre compra de doses de vacina. Em janeiro, um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) chegou a decolar em direção à Índia para, supostamente, buscar doses do imunizante. Porém, o avião teve que dar meia volta, pois a negociação não havia sido confirmada pelos representantes indianos.

Além disso, Pazuello se omitiu no caso de falta de oxigênio para os hospitais de Manaus, crise da qual foi anteriormente informado. O ministro acompanha os discursos negacionistas do presidente Bolsonaro (sem partido), a fim de manter seu emprego. Os dois devem ser responsabilizados por seus atos perante a pandemia do coronavírus.

O psolista Guilherme Boulos denunciou a omissão do general diante a campanha de vacinação.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui