PCP/Açores afirma que poder executivo”contraria as necessidades” da população

0
134

[por Daniel Osiecki]

Nesta segunda-feira, 14, por meio de nota, o PCP/Açores declarou que o Programa do Governo Regional, além de ignorar as questões de combate à pobreza e à exclusão social, “contraria as necessidades” mais básicas do povo.

Na mesma nota de imprensa, o partido que atualmente não tem representantes na câmara açoriana, defende que o Programa do XIII Governo dos Açores é uma espécie de “enunciado de intenções que, vindo a concretizar-se em ação, pouco irá contribuir para o desenvolvimento harmonioso das nove ilhas e para a melhoria da qualidade de vida dos açorianos”.

Segundo declaração de representante do PCP/Açores, “É um programa que contraria as necessidades e aspirações do povo açoriano em matéria de combate à pobreza e exclusão social, estímulo à produção regional, dinamização do mercado interno e diminuição da dependência externa”.

O que pode-se entender lendo o plano, aponta, “deixa pairar uma neblina em diversas matérias” – assim tratando-se “das áreas da saúde, educação, produção, valorização dos trabalhadores, do trabalho, do papel central do Estado para o desenvolvimento da região e para fazer face à crise económica provocada pela pandemia”.

Em nota, a assessoria do Governo Regional afirma que “a estabilidade política decorrente de uma maioria plural no plano parlamentar tem de traduzir-se numa governação que permita aos Açores terem ganhos substanciais em relação aos indicadores médios da União Europeia e uma diminuição do peso do Estado e da região na economia e na sociedade”.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui