Pedro Cardoso diz que “é preciso que o fascismo perca o poder” ao declarar apoio a Lula em 2022

0
212
Pedro Cardoso em entrevista.
Foto: Reprodução / YouTube

O ator Pedro Cardoso afirmou em suas redes sociais que não é “um adorador de Lula, mas também não lhe tenho repulsa ou ódio”.

Segundo o ator, “Arrancar pelo voto o fascismo bolsanariano do executivo e melhorar o parlamento é o único caminho pacifico para o futuro. E quais pessoas serão capazes de comover a população? Quem a população entende por líder? Lula, me parece ser a resposta. Então, eu trabalharei pela eleição dele”.

Além do mais, Cardoso, em um texto onde critica o poder como um todo, diz que “é preciso que o fascismo perca o poder para que eu possa, então, democraticamente, fazer oposição a todo o poder”.

Por fim, Cardoso afirma, “Votarei em Lula para fazer-lhe oposição; não pessoal, mas genérica. Eu me oponho a tudo menos ao que me admita como oposição. E Lula sei que me admitirá. O fascismo bolsonariano, nunca”.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui