Pesquisas Datafolha para governos de SP, MG e RJ serão

0
613

O Instituto Datafolha divulga nesta quinta-feira (15) pesquisas sobre as disputas para os governos dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. 

Em São Paulo, foram ouvidas 1.808 pessoas entre os dias 13 e 15 de setembro e a margem de erro da sondagem é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Já no Rio de Janeiro, o Datafolha entrevistou 1.202 eleitores no período, mesmo número de entrevistados de Minas Gerais. Nos dois estados, a margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais.

Último Datafolha em SP, MG e RJ

Na pesquisa Datafolha divulgada em 1º de setembro, o candidato do PT, Fernando Haddad, estava na liderança, com 35% de intenções de voto. Em segundo lugar vinha o ex-ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas (Republicanos), com 21%, seguido pelo governador Rodrigo Garcia (PSDB), com 15%.

Carol Vigliar (UP) tinha 2%, enquanto Gabriel Colombo (PCB), Elvis Cezar (PDT), Vinicius Poit (Novo), Altino (PSTU), Antonio Jorge (DC) e Edson Dorta (PCO) alcançavam 1% cada. Brancos e nulos chegavam a 12% e os indecisos totalizavam 10%.

Em Minas Gerais, o candidato à reeleição Romeu Zema (Novo) seguia à frente na corrida ao Palácio Tiradentes com 52% das intenções de voto e o ex-prefeito da capital mineira Alexandre Kalil (PSD) estava em segundo, chegando a 22%. Com esses percentuais, Zema se elegeria no primeiro turno.

Pontuaram ainda Carlos Viana (PL), com 4%, Marcus Pestana (PSDB), Cabo Tristão (PMB) e Renata Regina (PCB), com 1% cada. Brancos e nulos somavam  8% e 7% não souberam responder.

O atual governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), liderava a corrida pelo governo do estado do Rio de Janeiro com 31%, e o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) aparecia em segundo, com 26%. Considerando a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, os dois estavam tecnicamente empatados.

Rodrigo Neves (PDT), ex-prefeito de Niterói, aparecia na terceira colocação, com 7% das intenções de voto. Cyro Garcia (PSTU) e o ex-governador Wilson Witzel (PMB) somavam 3% das intenções cada um. 

Edição: Rodrigo Durão Coelho

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui