Popularidade por um “fio de auxílio”

0
186
PDT pede que STF investigue gastos
Foto: Adriano Machado/Reuters

Segundo Alessandro Janoni, diretor do Datafolha, “A estabilidade na aprovação ao governo de Jair Bolsonaro, como aponta a mais recente pesquisa Datafolha, indica estado de inércia da opinião pública”. Para ele, a economia pulsa pela flexibilização da quarentena, pelo reaquecimento do consumo e pelos resultados que irão se apresentar a partir da última parcela do auxílio emergencial.

Bolsonaro manteve a sua popularidade, principalmente, onde o auxílio é a única fonte de renda da população. De acordo com o diretor, “Nesse estrato, a avaliação positiva de Bolsonaro fica acima da média e bate 40%, enquanto a negativa se apresenta abaixo do total em cinco pontos percentuais”, afirmou Janoni. 

Além disso, Bolsonaro apresenta um bom desempenho entre as pessoas que possuem renda de até dois salários mínimos. Desde a posse do “Messias”, ele acumula entre esse grupo um crescimento de 11 pontos percentuais de aprovação do seu desempenho. Importante sempre lembrar que essa popularidade pode estar por um fio umas vez que o governo já sinalizou o fim do auxílio emergencial agora para o mês de dezembro.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui