Presidente da Força Sindical defende medidas mais assertivas do governo federal no combate à pandemia

0
73
Foto: Jaélcio Santana

De acordo com Miguel Torres, presidente da Força Sindical, o governo Bolsonaro nega a Covid-19, os tratamentos pautados na ciência e a assistência médica ou econômica adequada.

Segundo ele, todas as ações do governo foram para dificultar o acesso das pessoas ao auxílio emergencial.

Ainda, para o sindicalista, a sociedade civil deve se unir para defender os direitos das pessoas mais vulneráveis e cobrar, do governo federal, mais transparência e medidas mais concretas para o enfrentamento da pandemia. 

O presidente da Força Sindical adverte: “Estamos começando o ano com mais de 14 milhões de desempregados. Estamos começando o ano com a inflação subindo: itens de primeira necessidade batendo aí os dez, quinze, vinte por cento de aumento. As pessoas vão precisar comer, as pessoas vão precisar sobreviver; se a gente não tiver essa unidade e essa transparência da sociedade e exigir que as coisas aconteçam, nós vamos ter sérios problemas”.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui