Rachadinhas de Flávio Bolsonaro: William Bonner e Renata Vasconcellos estão intimados pela Polícia

0
150

Poderosas forças ocultas em entrechoque

 

William Bonner e Renata Vasconcellos, ambos âncoras do Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão, estão intimados pela Polícia Civil do Rio de Janeiro a depor por suposto crime de desobediência.

Trata-se da decisão judicial que se refere a investigação do possível esquema de “rachadinha” no gabinete da Alerj (Assembleia Legislativa do RJ) do senador Flávio Bolsonaro, conhecido como “Caso Queiroz”.

A TV Globo ainda não se manifestou sobre o assunto.

A emissora havia sido, por decisão de Cristina Feijó, juíza da 33ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, de publicar informações sigilosas sobre a investigação do caso.

Bonner e Renata deporão no contexto de investigação policial sobre suposta “desobediência a decisão judicial sobre perda ou suspensão de direito”.

Os apresentadores do JN foram intimados a comparecer à sede da DRCI (Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática), no bairro de Benfica, na zona norte do Rio, na próxima quarta (9).

A oitiva de Renata está marcada para às 14h, a de Bonner para às 14h30.

Segundo os mandados, caso os intimados não se apresentem sem justificativa, ambos incorrerão em “crime de desobediência, previsto no artigo 330 do Código Penal”.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui