Rodrigo Maia marca audiência com embaixador chinês para resolver crise das vacinas

0
169
Foto: EVARISTO SÁ / AFP

O atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), marcou uma audiência com o embaixador chinês, Yang Wanming, para tratar do atraso no envio dos insumos para a fabricação da CoronaVac no Brasil.

O atraso na chegada do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) ameaça a fabricação dos imunizantes CornoVac, do Instituto Butantan, e Oxford/AstraZeneca, da Fiocruz. Os estados já iniciaram a imunização da população com as 6 milhões de doses da CoronaVac, porém os estoques devem acabar em algumas semanas.

Embora os IFAs já estejam prontos para embarque, o despacho depende da liberação do governo chinês.

O problema “explodiu” quando o governo Bolsonaro proibiu seus ministros de receber Wanming para qualquer tipo de conversa criando, assim, uma crise diplomática desnecessária.

O deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL), recorrentemente faz ataques ao diplomata da China e ao próprio governo chinês. O parlamentar já chegou a culpar a “ditadura chinesa” pela pandemia da Covid-19. Outra pessoa que, vez ou outra ataca o governo chinês, é o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

De acordo com Rodrigo Maia, “O governo brasileiro interditou a relação com a China. Só fazem ataques ao embaixador. Agora está provada a importância do diálogo diplomático. Precisamos ao menos saber o que está acontecendo, qual é a razão de os insumos não chegarem ao Brasil”.

Além disso, o presidente do Congresso disse que pediu a audiência na segunda (18) e que a embaixada chinesa confirmou o encontro para amanhã (20).

Mais finalizou dizendo que tem “certeza de que não há ato político da China contra o Brasil. Mas precisamos compreender o que está acontecendo. Sem os insumos da China, não teremos vacina”.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui