Senado argentino irá votar a legalização do aborto

0
169
Foto: Emergentes (CC BY-NC 2.0)

Hoje (29), será iniciada a sessão do Senado argentino que tem como objetivo discutir a legalização do aborto. Há dois anos atrás um projeto semelhante foi derrotado na casa por apenas sete votos de diferença.

No entanto, após as eleições de 2019 que colocaram o peronismo no poder, o Congresso tem uma bancada forte a favor da pauta. A descriminalização do aborto foi uma das propostas de campanha de Alberto Fernández, atual presidente do país.

Espera-se que a legalização seja aprovada com um placar de 34 votos a favor e 32 contra. Porém, quatro senadores estão indecisos ou negociando o seu apoio. Além disso, outros dois que são abertamente contra a proposta não irão votar, um por estar em coma induzido e o outro por estar suspenso por assédio sexual.

Caso ocorra empate, o voto de minerva pertence à vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner. Diferentemente do Brasil, lá é a vice quem preside as sessões do Senado e atua em casos de empate.

Por fim, a sessão iniciará às 16h e tem previsão de duração de 12 horas, logo, a votação só irá ocorrer na madrugada do dia 30.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui