Vigília Lula Livre: um ano depois

0
124

por redação Kotter

 

Um ano após a sua saída, o ex-presidente conversa com as pessoas que mudaram suas vidas para estar em vigília por ele na porta da Polícia Federal em Curitiba

O dia 8 de novembro de 2019 marca a saída do ex-presidente Lula da prisão no Paraná. E para lembrar a data, neste domingo, às 11h, Lula será o convidado de honra de uma live especial com algumas pessoas que estiveram os 580 dias em vigília na porta da PF.

Durante os quase dois anos em que ficou preso, Lula foi acompanhado fielmente por uma coletividade de movimentos populares, partidos e militantes que não arredaram o pé até ver o ex-presidente fora da prisão.

 As equipes que se revezavam nas tarefas de comunicação, saúde, segurança, entre outras na Vigília vão fazer relatos dos processos que viveram.

Uma Vigília inédita

Desde o momento da prisão de Lula, a Vigília Lula Livre se instalou nos arredores da Polícia Federal em Curitiba, marcada por enfrentamentos desde o primeiro dia, quando foram recebidos violentamente pela Brigada Militar. Diariamente saudaram Lula três vezes ao dia com os famosos “Bom Dia, Boa Tarde, Boa Noite, presidente Lula”. O próprio ex-presidente declarou que esta atitude simples era um alento e lhe dava forças para seguir batalhando por sua liberdade.

Após 580 dias de resistência numa experiência inédita no país e no mundo, Lula foi solto e assim que colocou os pés fora da sede da Superintendência da Polícia Federal reafirmou que continuaria a luta por sua liberdade plena e a restituição de seus direitos políticos.

Desde então, a campanha Lula Livre ganhou a consigna #AnulaSTF que tem mobilizado ativistas no Brasil e no mundo para que o Supremo Tribunal Federal anule os processos contra o ex-presidente baseado na suspeição do ex-juiz Sérgio Moro.

Serviço:
Live com ex-presidente Lula e membros da Vigília Lula Livre
Data: 8 de novembro
Horário: 11h às 12h30
Transmissão: Páginas Lula Oficial, Instituto Lula, Comitê Nacional Lula Livre e Partido dos Trabalhadores

 

Pedro Carrano é o responsável pelo Boletim de Notícias da Kotter. Pedro nasceu em São Paulo (SP), em 1980. Jornalista, militante político e pai da Clara. Tem livros de reportagem e poesia. “Meninos sem Matilha” é seu segundo volume de contos.

Imagem, Fonte: Rede Brasil Atual

Revisão: Daniel Osiecki

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui