“Vou ganhar a eleição e voltar a investir no Rio de

0
540

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) escolheu Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, como palco do seu primeiro comício de campanha no estado do Rio de Janeiro, na noite desta quinta-feira (8). No ato “Todos Juntos pelo Rio”, Lula prometeu que seu futuro governo vai investir na geração de emprego e retomar grandes obras no estado.

“Freixo, se prepare. Eu sei que você está com planos para recuperar as ferrovias aqui no Rio de Janeiro. Então eu vou falar, pode preparar o projeto porque eu vou ganhar a eleição e vou voltar a investir no Rio para que o povo da Baixada seja tratado com respeito, seja tratado com decência porque é tudo o que queremos na vida. É o que um pai quer, o que uma mãe quer”, declarou o ex-presidente no palco montado na Praça Rui Barbosa, no centro de Nova Iguaçu.

Leia mais: Freixo participa de comício com Lula, Castro visita obras e Neves grava propaganda para TV

Ao lado do ex-presidente estavam os candidatos ao governo Marcelo Freixo (PSB) e ao senado André Ceciliano (PT). Também marcaram presença a presidenta do partido Gleise Hoffmann, o ex-prefeito de Nova Iguaçu Lindbergh Farias (PT) e a presidenta Dilma Rousseff, que foi ovacionada pela multidão que acompanhou o comício. 



Evento reuniu milhares de pessoas na Praça Rui Barbosa / Foto: Ricardo Stuckert

Em todas as falas da noite, políticos e candidatos reafirmaram o mote do campo democrático de eleger Lula ainda no primeiro turno. 

“A Baixada é lugar de voto consciente, luta popular, conquista e é isso que vamos mostrar na urna dia 2 de outubro. Tem uma grande diferença entre autoridade e autoritarismo. Quem chega à presidência sem autoridade precisa de autoritarismo para ficar no poder. É por isso que vamos eleger Lula, para trazer de volta a autoridade como exemplo. Quem dá autoridade ao presidente é o povo”, disse o candidato ao governo do Rio Marcelo Freixo.

Lula cumpre agenda de dois dias no estado do Rio. Nesta sexta-feira (9), o ex-presidente se encontra com religiosos em São Gonçalo, na região metropolitana, às 10h, no Centro Cultural Seven Music.

Um dia após o atual presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) fazer campanha durante ato oficial em comemoração ao Bicentenário da Independência do Brasil, Lula criticou a apropriação eleitoral da data. 

“O cidadão que está pleiteando as eleições, ontem, roubou do povo brasileiro o direito de comemorar o dia da Independência porque ele se apoderou da forma mais vergonhosa de um dia que é de 215 milhões de brasileiros. Ele transformou uma festa que era para ser do nosso país, em uma festa pessoal”, afirmou Lula.

Leia mais: “Imbrochável” é a síntese do bolsonarismo: “Masculinidade frágil”, aponta psicanalista

Em discurso para apoiadores e aliados políticos na praia de Copacabana, na zona Sul do Rio, Bolsonaro elogiou o próprio governo e voltou a atacar Lula. Na última pesquisa Ipec, os dois candidatos aparecem em empate técnico no Rio de Janeiro.

“Faltam vinte e poucos dias para que a gente decida o destino do país, e aqui no Rio a gente não tem direito de repetir o erro das eleições de 2018. O povo do Rio elegeu um juiz desconhecido, alguém que vocês nunca tinham visto na vida. E ele foi cassado por corrupção como governador”, lembrou Lula sobre o ex-governador Wilson Witzel (PMB).

“Vim na Baixada para dizer que nós temos uma pessoa que representa o melhor para o Rio de Janeiro, para se preocupar com o povo trabalhador, com o transporte, a saúde, a educação. E esse nome é o companheiro Marcelo Freixo”, completou Lula.

Fonte: BdF Rio de Janeiro

Edição: Jaqueline Deister

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui